Quinta-feira, 7 de Junho de 2012

Horta e Alorna

Esta semana, no sempre interessante “Bairro Alto” (RTP2) o suave José Fialho Gouveia entrevista Maria Teresa Horta, a propósito da sua biografia da Marquesa de Alorna.

Vale a pena ver a entrevista inteira, mas tocou-me particularmente quando Maria Teresa contou os seus problemas com a censura e a polícia política do Estado Novo. Depois de publicar o seu primeiro livro de poesia pela Dom Quixote, considerado obsceno pelo pudor salazarento, a PIDE fazia-lhe buscas em casa às quatro da manhã, legionários deram-lhe uma sova e recebia telefonemas obscenos em casa e no trabalho. César Moreira Baptista, o sinistro apaniguado do regime para a Cultura, mandou chamar Snu Abecassis e disse-lhe que se publicasse o que quer que fosse de Maria Teresa Horta lhe fechava a editora.

 

Coro de vergonha a imaginar aquele sabujo (lembro-me perfeitamente da pinta dele, parecia um vendedor de automóveis, daqueles que frequentam bares de alterne) a dar ordens a uma senhora de um país livre que tinha optado por viver entre os cafres. E estas histórias fizeram-me lembrar como era no antigamente, o que foi bom: sinto menos irritação com o que aturamos agora. Apesar das aldrabices e do aperto, estamos muito longe daquele Alta Idade Média em que vivíamos até 1974.

 

Depois Maria Teresa fala apaixonadamente da sua tataravó, Leonor, Marquesa de Alorna, uma mulher muito à frente do seu tempo e que pagou caro por isso. Maria Teresa, tomada de febres, acha sinceramente que Leonor lhe aparecia durante a escrita da biografia: “Dizia-me o que estava mal, mas não me dizia o que seria certo”. Verdade ou mentira, a biografia deve ser muito interessante.

 

Finalmente, Maria Teresa tece considerações sobre a situação da mulher, e aqui acho que fala dos seus tempos, não destes. A situação já não é tão negra. As mulheres ainda são descriminadas de muitas e subtis maneiras, mas já não são as submissas escravas de que ela fala. Também aqui houve progressos. Se ela lesse a “Pesquisa Sentimental”, ficaria a saber...

publicado por Perplexo às 02:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 21 seguidores

Veja também:

"Pesquisa Sentimental"

 

 

contador

pesquisar

posts recentes

Concurso de blogues

Voltarei

Silêncio...

Horta e Alorna

A Selecção, minuto a minu...

Cosmopolis

Millôr Fernandes

A maçã chinesa

Transigir ou não transigi...

EDP, o verdadeiro escânda...

arquivos

Janeiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

who?

Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!

subscrever feeds