Quinta-feira, 21 de Julho de 2011

O poder da fé

Teorias da conspiração, sempre houve, aos milhares. Vão desde que os americanos não chegaram à Lua e montaram tudo num estúdio até que os israelitas dão pastilhas elásticas com afrodisíaco às palestinianas para as tornar promíscuas – passando por... sei lá, passando por tudo o que pode e não pode ser considerado como resultado de uma actividade oculta qualquer.

 

Ultimamente, o que está na moda são as teorias sobre conspirações mundiais para enriquecer ainda mais os muito ricos e arruinar definitivamente os mais pobres. Grupos e associações secretas – ou não tão secretas, uma vez que sabemos que existem -  como o Bilderberg, ou o Congresso Sionista, ou a Maçonaria Mundial, ou ainda a Associação Anónima dos Grandes Capitalistas – conspiram para chupar todo o dinheiro do mundo e deixar na miséria as economias nacionais, ou mesmo supranacionais. Enriquecer criando uma crise que os pobres têm de pagar, basicamente.

As pessoas vêem os vídeos no Youtube ou lêem os sites, ficam indignadas com tanta malvadez e fazem eco nos blogues e nas postagens do FaceBook. Quanto mais as teorias se espalham, mais credíveis se tornam.

 

No fundo, são a mesma coisa que as religiões: acreditar que há algo superior a nós que determina o nosso destino.

 

O que serve ao mesmo tempo de consolo e de desculpa.

Consolo porque tem uma justiça própria – mesmo que não seja a nosso favor – e desculpa porque individualmente não podemos fazer nada contra uma força de tal magnitude. Mesmo acontecendo à nossa frente, somos impotentes perante o destino avassalador

Será verdade? Bem, há quem acredite no livre arbítrio individual, ou no aleatório biológico e social, e ache que deve lutar por si para vencer na vida.

 

É tudo uma questão de fé.

publicado por Perplexo às 10:34
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 21 seguidores

Veja também:

"Pesquisa Sentimental"

 

 

contador

pesquisar

posts recentes

Concurso de blogues

Voltarei

Silêncio...

Horta e Alorna

A Selecção, minuto a minu...

Cosmopolis

Millôr Fernandes

A maçã chinesa

Transigir ou não transigi...

EDP, o verdadeiro escânda...

arquivos

Janeiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

who?

Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!

subscrever feeds