Domingo, 28 de Agosto de 2011

Padre lixado

No seu programa “Controversos” (e nos anteriores, “Mulheres da Minha Vida” e “De Homem Para Homem”) Manuel Luís Goucha tem entrevistado pessoas estimáveis que já foram entrevistadas até à exaustão e que, por mais interessantes que seja, não têm nada de novo a dizer. Ele, por sua vez, adopta uma atitude de veneração e deslumbre que em nada ajuda a tirar-lhes alguma coisa de menos ortodoxo e portanto mais interessante.

Mas desta vez o Goucha foi desenterrar uma figura sui generis que, embora goste muito de aparecer, há muito tempo que não aparece: o pároco da Lixa, Mário de Oliveira. E o pároco da Lixa quando abre a boca não pára de falar.

O que Oliveira mais gosta é de chocar as hostes. É um padre que vai contra todos os cânones da Igreja e tem teorias do arco da velha para justificar as suas afirmações. Um exemplo: Maria, se o filho não era de José, é porque provavelmente foi violada. Não o enganou com outro, foi violada, e depois teve de mentir ao marido.

Num lado mais prático, Oliveira diz que Fátima é uma fraude, e até escreveu um livro sobre isso.

 

É um (bom) sinal dos tempos que qualquer pessoa, e ainda mais um ex-padre, possa dizer o que quiser. Desde que o catolicismo se tornou a religião oficial de Roma, em 380AD, até à Revolução Francesa, pelo menos, um europeu só podia ser católico apostólico romano. Durante mil e quatrocentos anos, quem não fosse, ou mostrasse o mínimo indício de que punha algum cânone em dúvida, arriscava-se a ser barbaramente torturado e eventualmente queimado vivo, ou encarcerado para o resto da vida. As inúmeras cisões que houve dentro da Igreja apenas serviram para massacrar dezenas de milhares de incautos apanhados no meio das disputas de bispos e reis.

Não era assim no Império Romano, onde todas as religiões eram aceites e conviviam com alguns atritos, mas conviviam. Nenhuma era perseguida – a não ser as muito aberrantes, e os Cristãos foram considerados aberrantes porque a sua doutrina era verdadeiramente revolucionária. Não só tinham um deus pobre, que morrera na cruz, como advogavam a igualdade de classes e de sexos, o perdão dos inimigos e muitas outras novidades que hoje consideramos como conquistas da humanidade.

Mas o facto é que essa doutrina revolucionária e humanista dos cristãos começou deteriorar-se assim que chegaram ao poder. Aboliram a igualdade entre os sexos, mantiveram e até consolidaram a desigualdade social e perseguiram violentamente todas as religiões e ideias que pusessem os seus princípios em questão. Sabendo que o Conhecimento é a chave do Poder, preservaram os conhecimentos antigos que lhes interessavam e fizeram desaparecer todos os outros.

Foi preciso a Revolução Francesa e muitas outras revoluções que se lhe seguiram, e ainda a inexorável divulgação dos progressos científicos para que finalmente a Igreja, enfraquecida, tivesse que abdicar de impor as suas ideias pela força. Hoje em dia, numa Europa muito laicizada, segue uma linha cordial de compreensão, não vá perder ainda mais fieis.

 

Mas voltemos ao pároco da Lixa. No programa do Goucha, disse numa hora mais blasfémias do que qualquer ateu se dá ao trabalho de dizer num ano. Não há dogma que não deite abaixo, que não explique ao contrario da doutrina oficial.

Tem razão?

Terá para os ateus, agnósticos e anti-católicos. Mas ele não é ateu. Apresenta-se como um padre da Santa Madre Igreja (o posto de pároco, perdeu-o em 1974, ao sair da prisão). Não pode renegar os dogmas e ser padre, ou mesmo cristão.

Não faz sentido uma pessoa pertencer a uma organização em cujos princípios não acredita. Um conservador a militar no BE. Um benfiquista, sócio do Sporting. Se é contra, saia. Se não acredita, que mude de credo.

Goucha nem abria a boca, siderado com a quantidade de obscenidades que ouvia. E Mário de Oliveira, com um palco só para si, não se calava.

Digo-lhes uma coisa: pior do que um padre ortodoxo, só um padre do reviralho.

publicado por Perplexo às 19:47
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Gena Resende a 4 de Setembro de 2011 às 13:23
É por estas e por outras que não acredito patavina na igreja...apesar de me terem obrigado a fazer o percurso todo, e quem me obrigou foi a pessoa que conheci e conheço que mais pecados cometeu!!!

Quiseram ser diferentes com a sementinha lá posta no útero de Maria, por obra e graça do divino espírito santo...coisas de idade média, porque antes ninguém se lembraria de tal calamidade...apesar de não praticar a religião , venero Maria, não como mãe de deus , mas como símbolo do feminino, nada das tretas das aparições e coisas do estilo. Porque a verdadeira história está por contar e é bem mais bonita do que a inventada.
Esse pároco da Lixa é mais um dos muitos malucos que "habitam" a igreja...composta por um monte de fulanos que se esquivam a outro tipo de vida porque ali não há desemprego...que andam sempre de mão estendida e a pedir para isto e para aquilo, mas eles quando digo eles, Vaticano, nada dão...é como em Fátima, se não conhecem, vão lá ver o ouro que os pobres de espírito dão para aquela seita toda...passam fome se for preciso, anda ali a arrastar-se pelo chão, vão a pé etc. e dão o ouro e demais posses que tenham. Mas quem corre por gosto não cansa e apenas poso fazer o reparo, cada um faz da sua vida o que quer...

Comentar post

mais sobre mim

Veja também:

"Pesquisa Sentimental"

 

 

contador

pesquisar

posts recentes

Concurso de blogues

Voltarei

Silêncio...

Horta e Alorna

A Selecção, minuto a minu...

Cosmopolis

Millôr Fernandes

A maçã chinesa

Transigir ou não transigi...

EDP, o verdadeiro escânda...

arquivos

Janeiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

who?

Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!

subscrever feeds