Terça-feira, 8 de Novembro de 2011

Face oculta, rabo de fora

Começaram as sessões em tribunal do Face Oculta, um processo cujos resultados podem ser imediatamente previstos. E nem é preciso pedir à Maya para deitar cartas!

 

Logo à entrada do tribunal, isto é, ainda nem começada a sessão, já os advogados de defesa avançaram à comunicação social o primeiro arremedo do carnaval que temos pela frente. O argumento é cristalino: como Noronha do Nascimento mandou apagar todas as conversas que envolviam José Sócrates, o processo contém omissões graves. Se o tribunal aceitar este raciocínio, o processo fica sem efeito e vão todos para casa, felizes e contentes. Se não aceitar, a defesa já começa com uma carta na manga que lhe permitirá recorrer para o Tribunal Constitucional.

 

De facto os advogados têm um certa razão. A inacreditável atitude do presidente do STJ abriu um precedente legal difícil de destrinçar, e que portanto se presta a todas as conclusões.

O caso percebe-se melhor com um exemplo: vamos supor que a polícia faz uma busca (com mandato) em casa de um ladrão de auto-rádios e encontra lá outro ladrão com uma televisão debaixo do braço. Como o mandato era só para o ladrão de auto-rádios, os polícias não podem perguntar ao outro ladrão onde é que arranjou a televisão e deixam-no ir embora.

Foi exactamente isto que Noronha do Nascimento legislou, ao dizer que as conversas de Sócrates com Armando Vara tinham de ser apagadas porque Sócrates não estava a ser investigado. Não que Noronha do Nascimento tenha poderes legislativos mas, sendo a mais alta figura da Justiça em Portugal, as suas decisões têm um peso que não pode ser ignorado. Mas também não se pode ignorar que o processo ficou cheio de buracos. (Literalmente: o juiz de Aveiro cortou à tesoura as conversas com Sócrates, deixando as páginas todas esburacadas.)

 

E se a reclamação da defesa não for aceite? O tribunal pode achar que eles não têm razão. Ou pode levar em conta – inédito na Justiça nacional — o escândalo que seria mandar os arguidos embora sem mais chatices e o descrédito que isso acrescentaria a um sistema que já está com crédito negativo. Bem, nesse caso o processo continua. Certamente que os advogados de defesa já têm mais truques processuais na manga. Portanto vai-se arrastar durante anos, até prescrever quando já estiver no Constitucional.

 

Que nenhum dos arguidos vai preso, não é difícil de prever. (Godinho, o elo mais fraco, já amargou uns meses de preventiva e assim já pagou a sua parte). Basta ver as estatísticas: quantos cidadãos de perfil mediático estão presos por corrupção, activa ou passiva, desleixo, roubalheira ou má figura?

Ou, por outras palavras, digam lá o nome de um que tenha sido condenado e esteja preso?

Um, que seja.

 

publicado por Perplexo às 15:40
link do post | comentar | favorito
93 comentários:
De luisinho a 8 de Novembro de 2011 às 22:16
outro comentario que fiz numa conversa do genero digo o mesmo E PRECISO URGENTE DE 1 ROBIM DOS BOSQUES
De José a 9 de Novembro de 2011 às 10:50
Mandem prender o PGR e o STJ e mandem os arguidos em paz. De facto não vale a pena fazer estes julgamentos porque se pouparia muito dinheiro.
De Paulo Bernardino a 9 de Novembro de 2011 às 10:58
Para mim o que é realmente importante saber é se a peixeira que forneceu os robalos ao Godinho, para este oferecer ao Armando, passou factura.
De Peterv a 9 de Novembro de 2011 às 15:20
Boa ahahahaha
De Albertino a 9 de Novembro de 2011 às 18:29
Exactamente!!! :)

Investinguem a peixeira !
De ELLOCO a 9 de Novembro de 2011 às 12:59
ATÃO E SÓ MANDAM PRENDER O PEQUENHAÇO E O BOCA DE FAVAS ?

JÁ AGORA PRENDIAM A ZANZALA TODA E ARRNCAVAM-LHE OS PELOS DA PUBIS UM POR UM. SEMPRE DAVAM UNS GRITINHO ....
De JOSE GOMES a 9 de Novembro de 2011 às 17:47
VALE DE AZEVEDO
De Perplexo a 10 de Novembro de 2011 às 11:08
O Vale e Azevedo, que eu saiba, está a viver muito bem em Londres, com uma pena de sete anos à espera dele em Lisboa. Já esteve preso, de facto, mas foi por roubo puro e simples - uma figura jurídica relativamente fácil de condenar e que mesmo assim levou anos.
De OC a 9 de Novembro de 2011 às 15:08
Não sei se vc se aperceberam, mas o processo só avançou enquanto teve na comarca do Vouga, qd chegou a Lisboa parou tudo??!!! Porque será???
De Carlos Moreira a 8 de Novembro de 2011 às 22:23
Já um homem com um negócio legal não pode comprar robalos para oferecer aos amigos ...
É triste ser enxovalhado na comunicação social e má língua nacional por ser primeiro ministro ou amigo do amigo - tanto faz - . Matem os arguidos hoje já que amanhã será a devida altura para fazer a compensação...
CORJA de mandaretes e tiranetes sem brio nem honra !
De VOYEUR a 8 de Novembro de 2011 às 22:23
mAS É LIMPO COMO A ÁGUA.
SE O PGR E O DO STJ NÃO FORAM PRESOS E O ZÉ ANDA A GOZAR COM A NOSSA CARECA, PORQUÊ ESTAS ALMAS SEREM ABORRECIDAS'
MANDEM-NOS TODOS PASSEAR, JÁ!
De ELLOCO a 9 de Novembro de 2011 às 13:00
NA SENHOR, NÃO É ASSIM.

TUDO NUMA BARCA ROTA PO ALTO MAR....

E UM FARFALHUDO A "PICELAR" O PEQUENHAÇO E O BOCA DE FAVAS....
De jose domingos louzeiro a 8 de Novembro de 2011 às 22:43
nao sei se o fulano e culpado ou inocente !!! o que sei sim e que pelo menos nos ultimos 10 anos nunca nenhum poderoso politico ou pessoa indinheirada alguma vez foi achada culpada e sentenciada com prisao efetiva...
houve ate um que ao ser achado culpado foi sentenciado a 7 anos de prisao, mas saiu do tribunal para a sua casa em vez de para a prisao e nunca mais ninguem falou nisso nem mesmo os orgaos de comunicacao social ,que estao smpre em cima do acontecimento!!! pudera???
De Freixeno a 8 de Novembro de 2011 às 22:57
Vai sendo normal os casos mediaticos prolongarem-se no tempo, para depois prescreverem.( A ver vamos)
Mas de uma coisa estou certo- o arrumador que ROUBOU, (Ladrão), os chocolates de uma supermercado em Matosinhos, no valor de 14€, vai pagar e ser preso. Aqui vai ser aplicada justiça exemplar.( É assim mesmo). Vai 3 anos para a prisão, só porque tem um advogado que é oficioso e não pode pagar a um daqueles ilustres que aparecem na televisão e que já são conhecidos, por serem bons.
À grande país.
Alguem pode fazer o favor de lembrar aqui os ideais do dia 25/4/74. Ou já ninguem se lembra? O que está a acontecer neste Portugal tambem não tem a ver com o tempo anterior à data acima referida.
Diria... outros tempos.
De Peterv a 8 de Novembro de 2011 às 23:32
Antes de Abril havia coisas boas para uns e más, (só para os políticos ), para outros.
Hoje é só fartar vilanagem .
Se velho Salazar cá estivesse estes negociantes de ca .. ca " e seus amigalhaços ficavam com as ceroulas todas molhadas.
Velhos tempos em que a Banda da GNR tocava sem DÓ...
De Anónimo a 9 de Novembro de 2011 às 07:03
Basta lembrar o caso "ballet Rose" e o seu comentário se torna uma fonte de inutilidade...
A memória é muito curta.
De Pois...Pois. a 9 de Novembro de 2011 às 11:08
Pelos vistos nunca foi parar a Caxias por opinar o contrário dos bufos !
De Calotas a 9 de Novembro de 2011 às 09:45
Infelizmente meu amigo o cheiro é que é diferente a .... o resto já sabe. O 25 de Abril só serviu para que houvesse troca de protagonistas.
De Pela verdade e transparencia a 8 de Novembro de 2011 às 23:30
Para ler e refletir.
O Sr. Bastonário publicou um artigo onde diz: "Infelizmente em Portugal, o poder judicial escapa a qualquer escrutínio democrático, ou seja, transformou-se num estado (totalitário) dentro do próprio estado (democrático). Os tribunais são locais onde frequentemente se cometem algumas das piores ilegalidades e atropelos ao direito, bem como algumas das mais chocantes violações dos direitos humanos ".

Vejam a gravidade, pior do que isto é difícil !!! O silencio que se faz sobre isto é assustador. Perante isto só há uma conclusão a tirar, este país não é um estado de direito mas sim uma republica das bananas, e achamos isto tudo normal ! Temos fortes razões para estarmos assustados. A Amnistia Internacional anda distraída. Estas violações de direitos humanos são quase todas abafadas pela comunicação social para nos iludir e continuar a alimentar este país faz de conta, é assustador. Depois dizem que estamos em crise, estranho seria não estarmos!
De Calotas a 9 de Novembro de 2011 às 09:47
Meu amigo será que não existe Troica para a justiça?
De Pedro Santos a 8 de Novembro de 2011 às 23:30
Não podia estar mais de acordo. Ainda o julgamento não começou e já se está a ver que ninguém vai preso e que isto vai ficar tudo no esquecimento.
Este é o país que favorece quem rouba descaradamente, que favorece a fuga ao fisco, que favorece quem prejudica um país já dele moribundo.... desde que essas pessoas roubem uns milhões porque se roubarem umas centenas de euros vão parar á CADEIA que é o lugar que merecem.
A justiça em Portugal é uma palhaçada não tem coragem de avançar em cima destes Senhores que fazem e desfazem impunemente. Vão ver que com jeitinho estes tipos são todos absolvidos e ainda processam o estado por difamação.

ESPECTACULAR.
De sotnas1960 a 9 de Novembro de 2011 às 01:23
Ainda vamos ter, tal como um Paulo "Pedófilo" absolvido e a pedir indemnização ao Estado. PALHAÇOS!!!

O outro, o tal Engenheiro de papel, até já saíu do país para não ser incomodado, não vão eles por algum motivo incomodar o sr. Pinóquio que se governou no desgoverno do país.

Como podemos aceitar que um sr. Noronha de Nascimento, que nunca devia ter nascido no STJ, assume o cargo de presidente, e, depois contra tudo e contra todos manda destruir o que incomoda àqueles que o nomeram. Só encontro uma explicação, o pagamento da divida da sua nomeação.

Deixemos as greves, passemos a agricultura para acabar com estas ervas daninhas, que nos comem e, nós ainda os tratamos por Ilmos.,Exmos.Sr.Ministro, ... insecticida para cima deles até à sua extinção.



De Alguém a 9 de Novembro de 2011 às 03:36
E o Paulo...o tal, está a dar aulas de mestrado, de "direito de Família, no iscte...
De sotnas1960 a 10 de Novembro de 2011 às 01:13
Pelo menos ai não existem menores.
Ser político neste país é ser alguém a quem tudo é permitido, porque quando por mero acaso chega às barras dos tribunais aí estão as ilustríssimas sanguessugas dos advogados, que adoram estes mediáticos circos para se pavonearem e publicitarem os seus nomes.
Como podemos ver em Portugal à 2 classes supra protegidas girando sobre si os políticos e a justiça.
Curioso de ver é que são esses 2 grupos que necessitam de negar essa ligação
"...o poder politico não interfere com o poder judicial..." ... diz um qualquer politico
"... o poder judicial é um órgão independente do poder politico..." diz um PGR ou o Noronha do STJ.
E nós o povinho ouvimos e rimos com tamanha palhaçada, até um dia ... espero que breve tudo isto ter um fim.
Adorava ter o epilogo desta história como o das histórias dos príncipes e princesas... morriam os politiqueiros e os que brincam à justiça, para nascer uma nova NAÇÃO LIMPA DE CORRUPTOS, INFRACTORES, LADRÕES DESPOJADOS DOS VALORES FUNDAMENTAIS DE UMA SOCIEDADE :

- NÃO FAÇAS AOS OUTROS O QUE NÃO GOSTARIAS QUE FIZESSEM A TI.
- A TUA LIBERDADE TERMINA ONDE COMEÇA A LIBERDADE DO OUTRO.
- ANTES DE PENSARES NO TEU BEM SUPÉRFLUO , PENSA SE O TEU VIZINHO NÃO PADECE DE PÃO.
- O VALOR HUMANO, CÍVICO É DOS MAIORES BENS QUE PODES POSSUIR E NÃO CUSTA NADA.

Quando tivermos um país assim, deixaremos de usar estes espaços para nos "consolarmos" em publicar a nossa opinião sobre o mal, para fortalecermos e publicitar as condutas de bem.

-
De Frederico a 8 de Novembro de 2011 às 23:41
Vai preso o "bode" ^~ ... porque os cães grandes ficam a salvo!
De R.: A "Pedro Santos" e a "Frederico" a 9 de Novembro de 2011 às 17:29
Mesmo o "bode" e o ladrão de poucas centenas de euros costuma escapar à cadeia. E, alguns bem queriam ir porque lá até têm cama, mesa e roupa lavada.
De goncalo lopes a 8 de Novembro de 2011 às 23:43
Nem sei porque vai toda aquela gente ao tribunal porque vai ficar tudo em aguas de bacalhau ou em piza ,e entram todos a rir como aquilo fosse um circo romano , é muito triste viver assim num pais sem justiça para este políticos e amigos , que vivem a grande com grandes casas e carros e vão de férias para paraísos , enquanto outros se matam a trabalhar para pagar meras contas , muito triste
De Vivam os desfiles a 8 de Novembro de 2011 às 23:46
Como é comovente verificar que, um individuo, actualmente, depois de cometer um crime e ser indiciado, nas idas ao tribunal, acena ao 'povo' que nem uma Rainha de Inglaterra. Mudam-se os tempos, mudam-se os acenos...
De perplexo a 9 de Novembro de 2011 às 21:17
a juustiça que temos

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 21 seguidores

Veja também:

"Pesquisa Sentimental"

 

 

contador

pesquisar

posts recentes

Concurso de blogues

Voltarei

Silêncio...

Horta e Alorna

A Selecção, minuto a minu...

Cosmopolis

Millôr Fernandes

A maçã chinesa

Transigir ou não transigi...

EDP, o verdadeiro escânda...

arquivos

Janeiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

who?

Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!

subscrever feeds