Segunda-feira, 19 de Março de 2007

A situação como ela é

Há que tempos que não via o blog. E fiquei surpreendido; a última coisa que escrevi foi em Fevereiro, um mês cuja existência já esqueci completamente. Que se tem passado, então? A mim, pessoalmente, tem-se passado muita coisa, mas no mundo à minha volta — desde a minha rua, que continua atolada de lixo e de obras, até à sistema solar, que ainda não implodiu — parece que não se passa nada. Graças a uma vidinha muito atarefada de bué de trabalho e imenso prazer, consegui finalmente prescindir dos noticiários e mesmo dos documentários - um homem feliz, pode dizer-se. Passo os olhos pelos cabeçalhos da imprensa diária e semanal, e nada vejo que me leve a aprofundar a leitura. Terminou a novela da OPA da Sonae sobre a PT; não termina nunca mais o dramalhão da CML; o Iraque, Palestina, etc. continuam a auto-destruir-se, a China a poluir e a Europa a chorar com a poluição; as eleições em França metem nojo; as reformas nacionais mantêm-se no mais clássico estilo nacional, ou seja, nem andam nem estão paradas; e por aí adiante. Quanto às artes e cultura, também não surgiu nenhum artista mirabolante nem ideia fracturante. A melhor exposição de Lisboa neste momento é a retrospectiva de Columbano no Museu do Chiado, o que dificilmente pode ser considerado surpreendente. No teatro, ocorreram peças da Sarah Adamopulos que devem ser boas (considerando a qualidade literária e a cabecinha extraordinária) mas não fui. Portanto, não tem havido nada de inesperado, ou seja, perplexante. Quanto à minha vida particular, essa sim, repleta de emocionantes episódios, não é para consumo público. Portanto, até um dia destes, quando alguma crise existencial me levar a novas perplexidades
publicado por Perplexo às 12:52
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 21 seguidores

Veja também:

"Pesquisa Sentimental"

 

 

contador

pesquisar

posts recentes

Concurso de blogues

Voltarei

Silêncio...

Horta e Alorna

A Selecção, minuto a minu...

Cosmopolis

Millôr Fernandes

A maçã chinesa

Transigir ou não transigi...

EDP, o verdadeiro escânda...

arquivos

Janeiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

who?

Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!

subscrever feeds